Gestão Ambiental

Acreditamos numa mineração sustentável feita de respeito social, ciência e compromisso com o planeta. Essa é a fórmula para uma gestão ambiental eficiente. Minerar gera impactos, sim. Mas respeitar o ambiente também é recuperar. E isso também é possível. ​​​​​​​​​​​​​​​

Após o desflorestamento para iniciar a lavra da bauxita, uma equipe percorre toda a área recolhendo epífitas, hemiepíficas e espécies raras, identificando a espécie da árvore onde se encontravam fixadas. O objetivo geral do programa é promover a preservação genética de uma importante parcela da flora dos platôs onde são desenvolvidas as atividades de mineração.

Início de nossas operações, em 1979, o método de contenção de rejeitos foi uma decisão delicada a ser tomada. Na época, eram possíveis duas alternativas para disposição dos rejeitos: a construção de uma barragem convencional ou o lançamento da argila num dos lagos da região. Em função da topografia da área ser praticamente plana, a construção da barragem deixou de ser considerada, porque inundaria uma área extensa da floresta. Assim, entre 1979 e 1989, não havendo outra tecnologia disponível e estando em observância às leis ambientais da época, o rejeito foi lançado no Lago Batata, o que impactou aproximadamente 30% de sua superfície.

Página 3 de 3

© 2012. MRN Todos os direitos reservados.        Política de Privacidade        Créditos Fotos