Notícias

Música emociona comunidades e instrumentistas no Oeste do Pará

Apresentações da Orquestra da Maré do Amanhã geraram trocas de vivências musicais e afetivas 

Compartilhar a paixão e o talento musical com as comunidades do Oeste do Pará emocionou os instrumentistas da Orquestra Maré do Amanhã, sediada no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. As apresentações ocorreram em Oriximiná, Porto Trombetas, Óbidos e Santarém, dentro da programação cultural pelos 40 anos da Mineração Rio do Norte. No repertório: músicas clássicas de Bach, Beethoven, Mozart até estilos como rock, MPB e canções regionais.

Intercâmbio - Paralelamente às apresentações culturais, os instrumentistas compartilharam a experiência de transformação de vida de cerca de 4 mil crianças e adolescentes beneficiados pela Orquestra da Maré. Do projeto de musicalização nascido em 2010 no Complexo da Maré, surgiram multiplicadores, ensinando outros a tocar instrumentos como violino, viola, violoncelo, flauta, contrabaixo e oboé. O violinista David Vicente, 20 anos, é um dos talentos, que, hoje, dá aula para crianças e adolescentes. Ele compartilhou sua trajetória para as comunidades de Porto Trombetas. "Foi uma das experiências mais intensas que já vivi. O que mais me tocou foi visitar as comunidades tradicionais. Foi incrível ver as crianças descobrindo coisas novas sobre a música instrumental", relata.

Para a violinista Juliana Oliveira Junqueira Aguiar, 21 anos, o contato com as comunidades quilombolas foi emocionante quando, principalmente, ela fez o relato sobre a representatividade musical que a Orquestra conquistou no Complexo da Maré. "Essa experiência de conhecer outras pessoas e realidades me ensinou muitas coisas como me comunicar mais, amar e ter empatia através da música. Estou muito agradecida", declara.

A gestora da escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Creusarina da Conceição, na comunidade Moura, disse que foi um momento especial trocar experiências entre os músicos e os jovens da escola: "É uma honra poder receber a Orquestra da Maré na nossa comunidade e ver essa parceria que a MRN tem com as comunidades, mostrar nosso trabalho desenvolvido na escola e ter essa troca de conhecimento", comenta.

O intercâmbio cultural com a Orquestra Maré do Amanhã foi promovido pela empresa South32, que é um dos patrocinadores do projeto, além de acionista da MRN. 

MRN conquista recomendação da recertificação do Si...
Mineração Rio do Norte celebra 40 anos de operação
 

Comments

No comments made yet. Be the first to submit a comment
Already Registered? Login Here
Guest
Sexta, 25 Setembro 2020

© 2012. MRN Todos os direitos reservados.        Política de Privacidade        Créditos Fotos